Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Filosofia no Ensino Secundário

Novidades editoriais de interesse para estudantes e professores de Filosofia.

A Filosofia no Ensino Secundário

Novidades editoriais de interesse para estudantes e professores de Filosofia.

Parabéns Ministério

marion_04 O Ministério da Educação está feliz com a sua propaganda do sucesso dos exames. Muita gente certamente estará feliz. E eu também. Afinal, acabou o problema do insucesso a matemática. Mas, raios, há uma conta que não me anda a soar nada bem! Durante estes anos todos ouvi dizer que o produto da educação só se faz sentir após uma ou duas gerações, que em educação não se conseguem resultados de um ano para o outro, que é necessário educar as crianças para mais tarde, no secundário, serem bons estudantes. Mas o Ministério consegue uma reviravolta em apenas dois anos. Há aqui contas que não se conjugam!!! Há dois anos atrás que notas andavam a tirar estes alunos? Para além disso, as classificações dos alunos melhoraram nos exames, mas se formos ver não melhoraram na frequência. Então os alunos só ficaram bons alunos para fazer exames? Que contas são estas? Ao menos podiam fazer propaganda mais inteligente. Afinal, é do Ministério da Educação que estamos a falar.

E já agora...

31bvXCCI GL._SS500_ Pede-se a um editor que o traduza que está a um preço proibitivo (o mais barato cerca de 90€). Tem o prefácio de A. C. Grayling, filósofo de Oxford prestigiado e pouco falado em Portugal e editado por Michael Hand e Carrie Winstanley. Raramente falo aqui de livros que ainda não tenha ali nos meus móveis de cubos, mas creio que este deve ser daqueles que nos fazem muita, mas muita falta. É notável como os filósofos prestigiados se preocupam com o ensino da filosofia. Os nossos preocupam-se mais com o umbigo.

Psicofoda na web

Sem título Após a leitura do livro, Mindfucking (dei-me conta dele, AQUI) de Colin McGinn, era impossível deixar de lado o conceito sem lhe oferecer uma aplicação prática na nossa língua. Meti-me neste trabalho com mais dois colegas e o blog que lhe dá cobertura acaba de nascer, ao ritmo que se pode. Clicar na imagem para ver.

Leituras na praia

cadeira-de-praia Não devo ser a melhor pessoa para sugerir leituras de verão, por uma razão especial: é que, em férias quase não leio nada, nem jornais. Se tiver a sorte de viajar (o que não é o caso infelizmente este verão) então alheio-me completamente do país, das leituras, da filosofia (bem desta não sei mesmo se me alheio assim tão completamente). No verão gosto mesmo de ser acompanhado de 1 ou 2 discos dos Flaming Lips, 10 T-shirts, uns calções e uns ténis daqueles que deixam entrar o ar (detesto sandálias). Leia ou não, faço-me acompanhar de livros e acabo sempre a comprar um ou dois por onde passo. Não sei se posso universalizar este meu espírito de verão, mas creio ser mais ou menos universal a ideia de que no verão, para aqueles que estão de férias, não pegamos na Crítica da Razão Pura, mas em coisas menos técnicas. Vou tentar fazer algumas recomendações de leituras menos sofisticadas para umas férias mais filosóficas. Não poderei escolher obras recentes porque, pura e simplesmente, os últimos meses não trouxeram nada de relevante a não ser a reedição pelos jornais Público e JN de obras clássicas da filosofia.

Rolando Almeida

Ver mais... )

Pág. 2/2

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blog de divulgação da filosofia e do seu ensino no sistema de ensino português. O blog pretende constituir uma pequena introdução à filosofia e aos seus problemas, divulgando livros e iniciativas relacionadas com a filosofia e recorrendo a uma linguagem pouco técnica, simples e despretensiosa mas rigorosa.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D