Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Filosofia no Ensino Secundário

Novidades editoriais de interesse para estudantes e professores de Filosofia.

A Filosofia no Ensino Secundário

Novidades editoriais de interesse para estudantes e professores de Filosofia.

O verão é propício a revistas

Digitalizar0001 Digitalizar0002

Continuando com a ideia tola de que no verão ficamos todos um bocado estúpidos, seguem mais duas recomendações para levar para a praia ou simplesmente para a esplanada mais próxima. Uma delas chegou-me à caixa de correio uma vez que sou assinante. A outra encontrei-a num quiosque da cidade, apesar de já conhecer o site da revista. São elas a Philosophy Now, nº 68, de Julho e Agosto de 2008 e a outra a brasileira Filosofia, nº 15, ano II, 2007 (será que chega cá com um ano de atraso???). Como uma revista tem de ser apelativa, um breve comentário para o aspecto gráfico: a Filosofia bate com facilidade a Philosophy Now. Tem uma qualidade gráfica que recorre às mais modernas técnicas e quase nem percebemos no quiosque que se trata de uma revista de filosofia, não fosse a palavra estampada no topo. Em termos de qualidade dos textos já não me parece que a Filosofia consiga estar ao mesmo nível que a Philosophy Now muito embora não ande muito distante. Já sabemos que o meio académico inglês é mais rico que o brasileiro pelo que se justifica aí alguma disparidade, mas se a philosophy now tem alguns artigos de fundo de maior exploração, é ainda assim uma revista de divulgação e, nesse sentido, creio que a Filosofia acaba a ganhar alguns pontos.

Rolando Almeida

Digitalizar0004 E isto porquê? A Filosofia é notavelmente uma revista destinada a um público alargado, é claramente o trazer a filosofia ao comum das pessoas. Tal como há revistas de divulgação científica ou de artigos de apelo à ciência, esse é o caminho seguido pela Filosofia, o que me agrada q.b. Logo na capa, os artigos anunciados são os seguintes: “Corrupção, problema pode estar associado à cultura da impunidade e à falta de educação”; “Opressão do tempo: pensadores comentam a angústia de correr contra o relógio, fenómeno da modernidade”; “David Hume: Estilista, evento relaciona filósofo escocês e a moda” e o artigo de capa sobre a concepção de homem mau de Hegel. A revista tem ainda um interessante e longo artigo sobre Averróis. De leitura muito acessível, graficamente muito bem arranjada, esta é uma boa lição de como a filosofia vende quando é exposta de modo plausível. A filosofia, mais que qualquer outro saber, tem todas as razões e potencialidades para se apresentar desta forma às pessoas uma vez que boa parte dos problemas filosóficos são motivo de discussão diária. Claro está que não pude deixar de notar casos pontuais de contaminação pós moderna na revista, mas isso nem sequer é importante dado que o grosso dos artigos são acessíveis e interessantes para o leitor comum. Para complemento a revista inclui ainda um caderno pequeno temático destinado ao ensino, muito útil para o ensino secundário. A philosophy now é uma revista mais experiente e mais curta (54 páginas contra as 83 da Filosofia). A grande vantagem da Philosophy Now é que aparece num mercado muito mais sofisticado em termos filosóficos, o que lhe confere maior consistência. Mas é também uma revista a pensar no público generalizado, pelo que a sua leitura é acessível. Este número contempla um grande destaque a Freud e a Filosofia. Freud é um dos autores da moda popular e a verdade é que estamos um pouco fartos da psicanálise e de Freud. Muito mais interessante, do meu ponto de vista, é a primeira parte da pequena autobiografia de Daniel C. Dennett.

Em termos comerciais a revista brasileira pertence a um grupo que publica uma série de outras revistas de outras áreas.

Ambas as revistas incluem as habituais secções de livros, filmes e dúvidas e questões dos leitores. Ambas são da responsabilidade de doutorados das universidades. Nós por cá, vamos publicando coisas para umbigo de académico.

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Blog de divulgação da filosofia e do seu ensino no sistema de ensino português. O blog pretende constituir uma pequena introdução à filosofia e aos seus problemas, divulgando livros e iniciativas relacionadas com a filosofia e recorrendo a uma linguagem pouco técnica, simples e despretensiosa mas rigorosa.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2008
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2007
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2006
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D