Segunda-feira, 12 de Maio de 2008

Mais valia nem aparecer

miniperci

Ontem pela noite tive uma experiência a roçar o absurdo. Estava ainda nos meus trabalhos com o meu pequeno portátil e fiz zapping na TV. Não porque me apetecesse ver algo em especial, mas porque pretendia anular o efeito dum programeca doutra estação de TV que me começava a rebentar neurónios (mesmo que não os use a todos, gosto de os ter direitinhos). Passei pela RTP e estava a dar um programa cujo nome creio que é “Depois do Adeus” e chamou-me a atenção porque estava um fulano com um look de intelectualóide dos anos 20 dum café parisiense, a falar, rodeado de típicos portugueses com típicas barrigas, típicos trajes pimba e, claro, típicos cachecóis do Benfica. Ora bem, pensei de imediato que se tratava de um humorista a caricaturar os intelectuais ou algo assim parecido. Raramente vejo Tv, pelo que não conheço o conteúdo do programa em causa, apesar de reconhecer a apresentadora, Maria Elisa. Qual não é o meu espanto, aquele ser estranho, qual figura do místico, é filósofo. Bem, nem de propósito, mas a imagem, num outro tom é certo, não andará muito distante do fulaninho do Segredo. Só apanhei 5 minutos do programa, mas pude observar duas coisas: 1º o programa era sobre futebol e lá apareceu um representante da filosofia, com teses conservadoras e com um aspecto de meter dó; 2º ando sempre aqui a reclamar que os filósofos deviam aparecer mais vezes nas discussões públicas, mas creio que tenho sido ingénuo. Com teses e aspectos destes, mais vale mesmo que estes seres não apareçam nunca e que se dediquem às suas investigações geniais, de pijama, sem sair de casa. E acho também que vale a pena pagar-lhes para estarem calados. E não sei nem quero saber o nome do méne.

publicado por rolandoa às 18:45

link do post | favorito
1 comentário:
De JC a 15 de Maio de 2008 às 23:54
Só para não se esquecer:

Renato Epifânio

Comentar post

Rolando Almeida


pesquisar

 
Blog de divulgação da filosofia e do seu ensino no sistema de ensino português. O blog pretende constituir uma pequena introdução à filosofia e aos seus problemas, divulgando livros e iniciativas relacionadas com a filosofia e recorrendo a uma linguagem pouco técnica, simples e despretensiosa mas rigorosa.

Posts Recentes

NOVO ENDEREÇO: http://fil...

Nova religião digital

Problemas again

Escolha um título,...

A censura na nova religi&...

Filosofia na web – ...

Mais um “AQUI&rdquo...

Uma situaçã...

E?

Exigências para se ...

Arquivos

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Favoritos

Relação entre a filosofia...

Luta na filosofia ou redu...

A filosofia não é uma arm...

Argumentos dedutivos e nã...

16 de NOVEMBRO DE 2006, D...

PAGAR NA MESMA MOEDA

Um ponto de vista comum n...

DILEMA DE ÊUTIFRON

O que é a validade?

Nova Configuração no Blog

Sites Recomendados

hit counter
Clique aqui para entrar no grupo artedepensar
Clique para entrar no grupo artedepensar
Contacto via e-mail
AddThis Feed Button
RSS