Domingo, 30 de Novembro de 2008

Filosofia e os pássaros

00000208035 Sempre gostei do cinema de Hitchcock e lhe admirei a personalidade e gosto obviamente de filosofia. mas nunca me ocorreu estabelecer paralelos entre um e outra. No seguimento da sua coleção que reune já alguns volumes como Monty Phyton e a Filosofia e Seinfeld e a Filosofia, surge agora, pela Estrela Polar, um outro volume, desta feita dedicado ao mestre do suspense. Se alguém por aí tiver a ler o livro e quiser deixar aqui umas palavrinhas sobre o mesmo, ficaria mesmo grato.

publicado por rolandoa às 23:22

link do post | favorito
Sábado, 29 de Novembro de 2008

Vale a pena saber

problemasfil “O problema que qualquer teoria dos nomes próprios procura resolver é muito simples: como podemos nós ser bem-sucedidos ao falar de uma pessoa como Platão, não tendo qualquer contacto com ele? Um nome próprio, como «Platão», refere obviamente Platão. Mas como? O que está em causa é saber como se dá o processo da referência. É um pouco como perguntar por que razão caem os objectos: nós já sabemos que caem, mas por que razão caem? Qual é o processo que explica a queda dos objectos? De igual modo, sabemos perfeitamente que o nome próprio «Platão» refere Platão, mas trata-se de saber como conseguimos usar tal nome para referir tal pessoa. Este é um problema central da filosofia da linguagem.”

Da introdução de Os problemas da Filosofia, de Bertrand Russell, Ed. 70, 2008 por Desidério Murcho, p.xxxviii

publicado por rolandoa às 17:17

link do post | favorito
Quinta-feira, 27 de Novembro de 2008

Problemas da filosofia

problemasfil É com entusiasmo que recebo, finalmente, esta tradução de Desidério Murcho para Os problemas da Filosofia de Bertrand Russell. Segundo me apercebi ela vem repor alguma justiça à linguagem de Russell em relação à outra principal tradução em língua portuguesa de António Sérgio. Publicada entre nós pelas ed. 70. o livro inclui ainda uma interessante e estimulante introdução de cerca de 60 páginas do tradutor. Ainda que o mesmo alerte para ler a introdução após a leitura do livro de Russell, eu não resisti e pus-lhe o olho em cima. Muito integradora esta introdução, do leitor ao mundo de Russell. Podemos estar mais descansados pois temos ao nosso alcance um dos livros mais significativos da filosofia contemporânea e numa tradução actualizada. Este livro compra-se a qualquer coisa como 10.80€ nas lojas Fnac (aderentes).

publicado por rolandoa às 10:38

link do post | favorito
Sábado, 22 de Novembro de 2008

Eduquês - o inimigo errado?

Desidério Murcho assina um texto muito, muito certeiro no Rerum Natura. Começa assim:

"Reagindo a um artigo meu, um leitor põe em causa a ideia muito difundida de que seja o chamado “eduquês” a causa dos males do nosso ensino, sugerindo duas coisas. Primeiro, que os professores não adoptam na sua maior parte os princípios do “eduquês” nas suas aulas; segundo, que estes princípios estão correctos e que a sua aplicação seria vantajosa.
Vale a pena discutir estas ideias. Não tenho quaisquer estudos empíricos que me indiquem quantos professores adoptam ou não adoptam os princípios do “eduquês” nas suas aulas. Mas tenho um conhecimento por observação directa — assistemático, pois, e incientífico — do que se passa no caso do ensino da filosofia no secundário, conhecimento que adquiri ao longo de anos, como formador de professores de filosofia, em visitas às escolas e contactos com professores, lendo os manuais que os meus colegas escrevem (eu próprio sou também autor de manuais), e trocando ideias com os professores em fóruns online...."
MAIS

publicado por rolandoa às 17:26

link do post | favorito
Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008

George Dickie, artista ou filósofo?

Digitalizar0001 Já era esperado. pela manhã, lá fui à loja Fnac à procura de duas novas edições, a de George Dickie, Introdução *a estética, Bizâncio e Bertrand Russell, Os problemas da filosofia, Ed. 70 e não encontrei nem um nem outro na secção de filosofia. O de Russell não o encontrei porque ainda não chegou à loja, o que se compreende. O de Dickie fui encontrá-lo na secção de Arte, mesmo ao lado do livro da mesma colecção de Nigel Warburton. Ora, se assim é, por que razão não incluí-lo na área de economia já que a arte vale tanto dinheiro? Ou, sei lá, na secção de física já que a arte incorpora uma dimensão física muito relevante? Fico sempre a pensar que raio fará um livro de filosofia na secção da arte? É que a filosofia da arte não é propriamente arte. Polémicas à parte, o livro já cá canta e este ainda não conhecia sequer pelo original. Dê-me o Ministério umas horas de tréguas para a ele me dedicar.

publicado por rolandoa às 19:35

link do post | favorito

Aires Almeida, um homem com Visão

visao Vi há pouco no Telegrapho que a revista Visão desta semana apresenta o colega Aires Almeida na capa. Aires Almeida é professor de filosofia no ensino secundário e, apesar que não me parece quevenha falar de filosofia na revista, é uma pessoa pela qual tenho grande admiração, pela sua capacidade invulgar de se dedicar e estudar filosofia. Ainda não li a revista, mas já consigo adivinhar a razão pela qual o Aires deu a cara: é que com a burocracia obligé do novo estatuto dos professores não resta praticamente tempo algum para se dedicar ao ensino e estudo da filosofia que é, afinal, o que se deveria mais exigir a um professor de filosofia. Mal posso esperar pela manhã para comprar a revista.

publicado por rolandoa às 01:53

link do post | favorito
Domingo, 16 de Novembro de 2008

Exigia-se mais respeito

estupidez Bem sei que tem faltado aqui os textos de argumentação, que são aqueles que mais sucesso, respeito e desrespeito geram ao blog. É com esses textos que ganho admiradores e inimigos e também são os textos que me dão mais gozo, pois é neles que mais aprendo, porque é neles também que o erro mais vezes acontece. Enquanto o meu pequeno bebé não me deixa tempo para avançar com as leituras, enquanto a burocracia aumenta de dia para dia, vou alimentando o blog de pequenas peripécias curiosas para o mundo da filosofia. Esta última deixo à total consideração dos leitores. Chegou-me à caixa de correio devidamente identificada, mas aqui tenho de conservar alguma identidade. O resto é o texto que se segue:

“Caros(as) Colegas,

Para participar num programa, um jornalista da SIC pediu-me o favor de procurar três/quatro professores(as). Ligar-me-á logo, para lhe dar o contacto desses colegas, com os quais ele depois contactará. Agradecia em enviassem esta mensagem a todos os colegas até chegar a alguém que esteja disponível. Esses(as) colegas que se disponibilizarem devem enviar-me o seu contacto (no mínimo e-mail) para, então, eu dar ao jornalista.

com as seguintes características:

. Professor em início de Carreira (máximo até 10 anos);

. Preferencialmente da área das ciências;

. Fora de Lisboa;

. Bem falante.

. Não seja de Filosofia.”

publicado por rolandoa às 21:52

link do post | favorito

Impressões

image002 Por qualquer razão que a falta de ciência não me deixa ver melhor, tenho não raras as vezes a intuição de que alguns seres humanos tem o intestino grosso ligado directamente ao cérebro.

Rolando Almeida

publicado por rolandoa às 04:24

link do post | favorito
Sábado, 15 de Novembro de 2008

FpC

Dina Mendonça assina um informativo e organizado artigo sobre Filosofia para Crianças e publicado no Portal da Criança.

publicado por rolandoa às 14:42

link do post | favorito

Dia da Filosofia

Zarco Na próxima sexta feira, dia 21 de Novembro, vamos comemorar o dia da filosofia na Escola Básica e Secundária Gonçalves Zarco, no Funchal. O programa é modesto, mas assinala bem a data. O que vamos fazer? Primeiro vamos lançar nesse dia o número especial da revista ZarcoSofia, alusiva ao dia mundial da filosofia. Será vendida ao simbólico preço de 0.50€ que paga as fotocópias, já que será impressa em fotocópia. Depois, pela tarde, na sala de sessões, vamos fazer uma sessão pública de apresentação de todos os projectos do grupo disciplinar de filosofia, pertencente ao Departamento de Ciências Sociais e Humanas da Escola. Os projectos são 4:

1 - revista ZarcoSofia, com 3 números este ano;

2 - FpC em parceria com a Escola Básica do 1º ciclo da Nazaré - Funchal

3 - Dicionário on line ZarcoSofia no site da Escola

4 - Jornadas da Filosofia II - a realizar no 3º período.

publicado por rolandoa às 14:30

link do post | favorito
Quarta-feira, 12 de Novembro de 2008

Assim é que é

Não me tenho manifestado muito em relação aos recentes acontecimentos que envolvem a pseudo avaliação que o ministério da educação quer impor. Manifesto-me muitas vezes a favor dos exames nacionais e que esse é um macanismo indispensável para avaliar resultados. Ainda assim, uma busca mais atenta no Google denunciará a minha posição em relação ao novo estatuto docente, que é a de um rotundo Não. Tenho expresso as minhas posições noutros espaços públicos, como por exemplo, o blog A educação do meu umbigo. Não o faço aqui porque este blog é para divulgar a filosofia e mais nada. Mas não resisto desta vez a, tal como no Rerum Natura, ressalvar o acto exemplar da Escola Secundária Infanta D. maria em Coimbra ao suspender a avaliação dos professores. Por que razão se trata de um acto exemplar? Porque é a escola no país com resultados mais elevados no ranking de escolas. No limite da decência, qualquer político, perante um exemplo desta natureza o que tem a fazer é apresentar a sua demissão imediata. Cabe cumprir com o civismo e não vejo outra forma senão a demissão da ministra como forma também de educar e dar o exemplo a todos. É que o exemplo deve vir de cima e é com bons exemplos que a nossa democracia melhorará. Isto não me faz esquecer os 120 mil colegas que estiveram na manifestação e as centenas de escolas que aprtesentaram já as suas moções de suspensão da avaliação, ainda que a ministra continue a afirmar que o processo de avaliação está a decorrer pacificamente. Fica mal mentir e merece aqui um Já Basta.

A nota que aqui faço aparece em primeira mão no Rerum Natura.

publicado por rolandoa às 12:20

link do post | favorito
Terça-feira, 11 de Novembro de 2008

Bicondicionais e definições

twins1-main_Full O que quer dizer «se, e só se»? Em primeiro lugar, quer dizer o mesmo que «se, e somente se» — estas duas maneiras de falar são apenas variações linguísticas. Uma afirmação com a forma «se, e só se» é uma bicondicional; podemos também dizer que é uma equivalência. O que é uma bicondicional? Uma bicondicional, como o nome indica, são duas condicionais juntas. Assim, dizer «p se, e só se, q» é o mesmo do que dizer «Se p, então q, e se q, então p». («p» e «q» abreviam afirmações.) E como podemos avaliar as bicondicionais? Em que condições são as bicondicionais verdadeiras ou falsas?

Desidério Murcho, A natureza da filosofia e o seu ensino, Plátano

Ver mais... )
publicado por rolandoa às 12:47

link do post | favorito
Terça-feira, 4 de Novembro de 2008

Dia Lógico

Sem ttulo À semelhança do que acontece já em outras escolas do país, a filosofia começa a praticar-se já no ensino básico em resultado do esforço de vários colegas que se empenham na divulgação da sua disciplina. É o que acontece com o colega Luís Mourinha da Escola Básica e Secundária de Santo António do Barreiro em Setúbal que tem um projecto de FpC com outros colegas e que já tem uns anitos em cima. O colega está interessado em partilhar a experiência. Parabéns pelo projecto. Clicar na imagem para aceder ao blog do projecto.

publicado por rolandoa às 11:28

link do post | favorito
Segunda-feira, 3 de Novembro de 2008

Nota

Vale a pena ler o que Aires Almeida escreve no blog da Crítica sobre literatura e filosofia.

publicado por rolandoa às 11:21

link do post | favorito

Discutir ideias

200069956-001 Frequentemente assistimos a discussões de problemas de natureza filosófica nas quais se acusa um sujeito de defender a posição X em detrimento da posição Y, como se a posição Y fosse a mais correcta e fosse manifestamente blasfemo defender uma ideia contrária à nossa. Isso acontece porque se tem, no caso explicitado, a atitude contrária aquela que é desejada em filosofia. Não se está aqui a sugerir que, afinal, em filosofia, todas as teorias são verdadeiras, mas antes que elas são discutíveis.

Rolando Almeida

Ver mais... )
publicado por rolandoa às 10:42

link do post | favorito

Problemas da Filosofia, Bertrand Russell

ProblemasFil Acabo de ver no site das Edições 70 a edição portuguesa, em Portugal já que saíu antes no Brasil, dos Problemas da Filsoofia de Bertrand Russell, um clássico da filosofia contemporânea.

publicado por rolandoa às 00:35

link do post | favorito

Rolando Almeida


pesquisar

 
Blog de divulgação da filosofia e do seu ensino no sistema de ensino português. O blog pretende constituir uma pequena introdução à filosofia e aos seus problemas, divulgando livros e iniciativas relacionadas com a filosofia e recorrendo a uma linguagem pouco técnica, simples e despretensiosa mas rigorosa.

Posts Recentes

NOVO ENDEREÇO: http://fil...

Nova religião digital

Problemas again

Escolha um título,...

A censura na nova religi&...

Filosofia na web – ...

Mais um “AQUI&rdquo...

Uma situaçã...

E?

Exigências para se ...

Arquivos

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Favoritos

Relação entre a filosofia...

Luta na filosofia ou redu...

A filosofia não é uma arm...

Argumentos dedutivos e nã...

16 de NOVEMBRO DE 2006, D...

PAGAR NA MESMA MOEDA

Um ponto de vista comum n...

DILEMA DE ÊUTIFRON

O que é a validade?

Nova Configuração no Blog

Sites Recomendados

hit counter
Clique aqui para entrar no grupo artedepensar
Clique para entrar no grupo artedepensar
Contacto via e-mail
AddThis Feed Button
RSS