Segunda-feira, 13 de Abril de 2009

Astrologices – o rei vai nu

csaganummundoinfestadodedemonios Há relativamente poucos dias passou pelo blog um visitante que defendia a astrologia como conhecimento. Afirmou que existem relações de proximidade entre astrologia e filosofia. Gostava de saber em relação a quê a astrologia não possui relações de proximidade? Mas fica sempre bem reclamar relações de proximidade com a filosofia. Dá bom ar à coisa. E fica também bem reclamar essa proximidade com a ciência. Daí que não seja invulgar encontrar papelitos no para brisas do carro a propor consultas com o Mestre Mamadú, cientista espiritual. Fiquei a pensar a razão pela qual aparece um visitante no meu blog a reclamar a proximidade entre filosofia e astrologia! Quando declarei o meu parecer sobre a astrologia, que tal coisa não passa de aldrabice muito mal montada, que devemos respeitar as evidências se queremos falar a sério de alguma coisa, o meu visitante afirmou que não devo negar um conhecimento que desconheço. E insistiu várias vezes neste argumento, o que acabou por me irritar pois não passa de um argumento que parte de premissas pré fabricadas, nomeadamente aquela que afirma “se não concordas comigo é porque não conheces o que eu conheço”. Ora isto não é mais do que uma tentativa maldosa para calar o outro, para abafar a discussão e para impor as ideias que nos aconchegam a alma.

Quando interpelei o meu visitante perguntando se estaria disposto a abandonar as ideias astrológicas, disse que sim, mas momentos antes tinha afirmado que se eu compreendesse a astrologia percebia a crise económica que estamos a atravessar neste momento no planeta. E isto assim, sem qualquer respeito pelo trabalho sério, pelo estudo, pela investigação, rigor, etc.

Parto do princípio (discutível é certo) que a astrologia é popular dada a vagueza das suas conclusões. É mais fácil e mais imediato acreditar nas patetices astrológicas do que dar-se ao trabalho de colocar alguns neurónios a estabelecer raciocínios, a pensar. A astrologia, pelo contrário, oferece explicações simples e com a aparência de profundidade. Dessa aparência reclama-se a relação com a filosofia, ciência, etc.

Um dos livros que conheço e que melhor mostram que o rei vai nu quando falamos de astrologia é de Carl Sagan, Um mundo infestado de demónios, Gradiva. As livrarias estão hoje em dia cheias de livros de astrólogos e pseudo cientistas. Numa época de apertos de todas as qualidades é natural que a estupidez tome proporções desmesuradas e que a astrologia ocupe o lugar da salvação no desespero. Mas também existem muitos e bons livros que mostram a mentira e palhaçada que é a astrologia.

Sempre me intriguei por que raio os astrólogos aquecem as torradas nas torradeiras e não nas bolas de cristal e por que raio vão ao dentista quando lhes doem os dentes. É o destino.

publicado por rolandoa às 18:58

link do post | favorito

Rolando Almeida


pesquisar

 
Blog de divulgação da filosofia e do seu ensino no sistema de ensino português. O blog pretende constituir uma pequena introdução à filosofia e aos seus problemas, divulgando livros e iniciativas relacionadas com a filosofia e recorrendo a uma linguagem pouco técnica, simples e despretensiosa mas rigorosa.

Posts Recentes

NOVO ENDEREÇO: http://fil...

Nova religião digital

Problemas again

Escolha um título,...

A censura na nova religi&...

Filosofia na web – ...

Mais um “AQUI&rdquo...

Uma situaçã...

E?

Exigências para se ...

Arquivos

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Favoritos

Relação entre a filosofia...

Luta na filosofia ou redu...

A filosofia não é uma arm...

Argumentos dedutivos e nã...

16 de NOVEMBRO DE 2006, D...

PAGAR NA MESMA MOEDA

Um ponto de vista comum n...

DILEMA DE ÊUTIFRON

O que é a validade?

Nova Configuração no Blog

Sites Recomendados

hit counter
Clique aqui para entrar no grupo artedepensar
Clique para entrar no grupo artedepensar
Contacto via e-mail
AddThis Feed Button
RSS